Meus 32

Meus 32

Abril findando – o meu mês!

Eu adoro comemorar datas especiais! Acho que é um bom pretexto pra gente sair dessas telas e se abraçar de verdade, reunir @s amig@s, (re)fazer conexões. Apesar disso, com o turbilhão de emoções desse ano, preferi me presentear saindo de casa em um fim de tarde só com meus dois amores pra comer coisas gostosas em um lugar bonito! Eu ando procurando me encontrar, mudando e revendo várias coisas na vida e refletindo sobre esses processos. Recebi muitos abraços virtuais e, aos poucos venho encontrando pessoalmente os amigos. A vida anda intensa, é verdade, não só pela maternidade, mas por todas as demandas que a gente tem que enfrentar pra seguir. É como diz Guimarães Rosa (e que me toca demais nesse momento):

“O correr da vida embrulha tudo,
a vida é assim: esquenta e esfria,
aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta.
O que ela quer da gente é coragem.
O que Deus quer é ver a gente
aprendendo a ser capaz
de ficar alegre a mais,
no meio da alegria,
e inda mais alegre
ainda no meio da tristeza!
A vida inventa!
A gente principia as coisas,
no não saber por que,
e desde aí perde o poder de continuação
porque a vida é mutirão de todos,
por todos remexida e temperada.
O mais importante e bonito, do mundo, é isto:
que as pessoas não estão sempre iguais,
ainda não foram terminadas,
mas que elas vão sempre mudando.
Afinam ou desafinam. Verdade maior.
Viver é muito perigoso; e não é não.
Nem sei explicar estas coisas.
Um sentir é o do sentente, mas outro é do sentidor.”

(O lugar nós fomos conhecer nesse dia e tem duas das minhas coisas preferidas na vida: café e chocolate! É a Brigaderia Retrô, lugar charmosinho aqui em Fortaleza, em frente ao Lago Jacarey)

Fotos: Rodolfo Ricardo <3

Comente! :]


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *