Diário de Gravidez – Parte II

Diário de Gravidez – Parte II

Sabe aquelas montanhas russas gigantes? Tenho me sentido como se tivesse em uma delas. Medo, euforia, tudo junto e misturado! Nas primeiras 16 semanas de gravidez eu só tinha 2 desejos: dormir e comer, comer, comeeeer!!!  Eu não vomitei – tenho uma coisa estranha com esse negócio de vomitar, não sei como funciona desde que eu tinha 15 anos! Até essa altura da gravidez, 25 semanas, continuo firme e forte sem passar por isso. Em compensação tive MUITA cólica. Eu não tinha noção que isso acontecia com as grávidas. Era muita cólica mesmo, como se eu sentisse cada milímetro do meu útero crescendo. Com o tempo – como tudo na vida – foi melhorando. Não conseguia tomar café e o que me salvava de manhã era um copão de suco de limão <3 ou de laranja sem açúcar. Eu não conseguia trabalhar direito e ficar na frente do computador me dava a impressão que eu tava em um barco. Ficava tudo meio nauseado, não consigo explicar. Até hoje, quando posso deitar depois do almoço eu apago. Durmo muito pesado. Também passei algumas semanas sem disposição nem ânimo com nada na vida. Um porre, nem eu tava me aguentando! Quando fizemos 17 semanas (sim, a vida passa a ser contada em semanas e rapidinho a gente se acostuma!) fui melhorando e a disposição voltando, no entanto, várias crises de dor de cabeça não me deixavam “viver” direito. Duraram mais ou menos duas semanas e em seguida a fome foi acalmando também! O único desejo mais forte que tive até hoje foi de comer um pedaço de torta holandesa numa segunda-feira às 21h. Não consegui realizar. 🙁 Vou confessar que acho super estranho esse mundo novo, a barriga crescendo, o corpo que parece que não me pertence mais, o peso que vai aumentando loucamente…Mas quando eu penso nas outras fases desse jogo – tipo: educar um serumaninho pra ser uma pessoa de bem nesse mundo, eu fico mais agoniada ainda! Apesar disso, sigo buscando mais calma, relaxando e tentando aproveitar melhor e aprender com cada desafio, cada mudança. 

Comente! :]


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *